Quarta, 23 de Junho de 2021 82 99831-0863
Esportes Esporte

Brasil perde para a China em jogaço na Liga das Nações de vôlei

Seleção feminina até tem boa atuação, mas não resiste ao time chinês e perde segunda na competição

08/06/2021 14h27
Por: Redação Fonte: Globoesporte.com
Brasil perde para a China em jogaço na Liga das Nações de vôlei

A China não escalou suas principais jogadoras para encarar o Brasil, nesta terça, pela Liga das Nações feminina. Mas nem precisava. Com um elenco muito bom, o time asiático resolveu fazer seu melhor jogo no torneio justamente contra a seleção nacional. Por isso, o duelo foi um jogaço. E o time de Zé Roberto perdeu por 3 sets a 2, parciais de 25/18, 22/25, 20/25, 25/14, 12/15.

Para uma equipe que busca ganhar ritmo de jogo no torneio, a partida foi um ótimo teste. Com o time chinês defendendo muito, foi preciso ter paciência para virar os ataques. E o fundo de quadra do Brasil deu um show, com Brait e Gabi. Faltou conseguir parar Zhang, que fez 36 pontos, e ter mais potência na hora de decisão para fechar a partida.

 

Destaques

 

De forma geral, toda a seleção foi bem em uma partida em que o time foi muito exigido. Tandara foi a maior pontuadora da seleção, com 26 pontos, porém foi pouco efetiva a partir do quarto set. Gattaz (19 pontos) e Brait fizeram um jogaço e foram importantíssimas em quadra. Gabi (19 pontos) foi muito bem no fundo de quadra, com ótimas defesas e apareceu bem no ataque no quinto set. Macris foi bem na distribuição e se mostrou mais solta para fazer seu melhor jogo.

Tandara ataca para fazer mais um ponto — Foto: Fivb / Divulgação

Tandara ataca para fazer mais um ponto — Foto: Fivb / Divulgação

 

Na tabela

 

Com a derrota, a seleção cai para a terceira posição, com 22 pontos. A China sobe para nono, com 12.

 

Próximos jogos

 

As meninas descansam alguns dias e voltam à quadra no sábado para a quarta semana da fase de classificação. O adversário será a Polônia, às 16h. Domingo, a equipe de Zé Roberto Guimarães enfrenta a Alemanha, às 16h, e, na segunda, encara a Tailândia, às 14h30.

 

O jogo

 

O Brasil começou com o mesmo time que vem sendo titular, com Macris, Tandara, Carol, Gattaz, Gabi, Garay e Brait. Muito ligada, a seleção começou com bom volume de jogo e com o trio Macris-Tandara-Gabi jogando muito bem. No primeiro tempo técnico, o time nacional tinha dois de vantagem (8 a 6). Em rally espetacular, com defesas de Gabi e Brait, Macris chamou Gattaz para fazer 11 a 8. Em bloqueio simples de Gabi, o Brasil abriu quatro pontos (16 a 12). A China cresceu no jogo, principalmente na defesa, mas a seleção cresceu junto e não deu espaço para tomar sustos. Tandara fechou a parcial com um bloqueio em Zhang por 25 a 18.

Brasil tenta para Liu no bloqeio — Foto: Fivb / Divulgação

Brasil tenta para Liu no bloqeio — Foto: Fivb / Divulgação

A China voltou mordida para o segundo set com Yao fazendo boa sequência no saque e abrindo 3 a 0. Mas o Brasil não sentiu e, com Gabi e Brait varrendo o fundo, virou após boa sequência de Carol no saque e com ataque muito rápido de Gattaz para fazer 8 a 7. Em bloqueio de Gabi em Yao, a vantagem foi para três pontos (11 a 8). Mas a China, comandada por Zhang, foi bucar e virou no 13 a 12. Os times foram trocando pontos e bolas com muita velocidade até o 19 a 19. Zé fez a inversão 5-1, com Dani e Rosamaria, mas não deu muito certo. A China abriu 22 a 19 e fechou em 25 a 22 com mais um ataque de Zhang.

O Brasil voltou mal no início do terceiro set. Fernanda Garay deu um golpe de vista em saque de Zhang que foi dentro e o placar já marcava 4 a 1. Gabi fez uma sequência de defesas e Macris chamou Tandara nos contra-ataques para empatar em 5 a 5. Mas, mais uma vez, a China voltou a defender muito e Zhang abriu 9 a 5. O time chinês seguiu na frente e Zé decidiu fazer novamente inversão 5-1 com Dani e Rosamaria. Só que, dessa vez, deu certo e o Brasil empatou em 17 a 17, em bloqueio de Gattaz. Mas, mais uma vez, o time parou e, em dois erros de Rosamaria, a China voltou a abrir (20 a 16). Macris e Tandara voltaram para a quadra então, mas a China seguiu bem e fechou em 25 a 20.

Zé mudou para o quarto set e colocou Bia no lugar de Carol. Com a meio no saque, o Brasil começou muito bem a partida, abrindo 4 a 0 nos contra-ataques. Gattaz parou Zhang e fez 6 a 1. Na bola de segunda de Macris, o Brasil abriu sete pontos (11 a 4). Bem no ataque, Garay deu confiança ao time. Com Tandara sem conseguir virar tanto, foi a ponteira que passou a ser a bola de segurança. Em bloqueio da ponteira, a seleção abriu 21 a 12. Aí foi só administrar para fechar em 25 a 14.

Os times voltaram trocando pontos, mas a China conseguiu pegar Gattaz e abriu 6 a 4. Mas, em dois contra-ataques finalizados por Gabi, o Brasil voltou a deixar tudo igual. Zhang começou a receber todos os levantamentos e seguiu virando tudo. Em ataque para fora de Garay, a China abriu 11 a 8. Zé fez a inversão 5-1. Rosamaria entrou bem, mas não foi o suficiente e a China venceu em 15 a 12.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Arapiraca - AL
Atualizado às 01h19 - Fonte: Climatempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 29°

21° Sensação
7.1 km/h Vento
93.5% Umidade do ar
90% (3mm) Chance de chuva
Amanhã (24/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 28°

Sol e Chuva
Sexta (25/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol e Chuva