Sexta, 27 de Novembro de 2020
82 99831-0863
Política Politica

JHC: Afundamento dos bairros é uma problema de toda Maceió

Candidato reforça compromisso com população e garante que histórias não serão esquecidas

19/10/2020 21h10
Por: Redação Fonte: Assessoria
JHC: Afundamento dos bairros é uma problema de toda Maceió

Dona Elza não é um número. Mulher, idosa, costureira, chefe de família, ex-moradora do Pinheiro, um dos bairros afetados pela mineração da Braskem.

Ela conta com tristeza sobre a saída da região e relembra o quanto batalhou para reformar sua casa, que era de taipa. Anos atrás, fez empréstimo, desmanchou a casa e foi pra casa da mãe por dois meses, até finalizar a construção do novo lar.

“Era zíper, bainha, tudo eu fazia aqui. Estou com esse tempo todo e ainda não chegou nada. Tem que recomeçar, mas sai acabando o gás, acabando o pique, acabando tudo. Não tem prefeito, não tem governador, não tem presidente, ninguém que seja com a gente para acabar com essa Braskem. E a gente que morra, quem quiser que morra”. Dona Elza.

As histórias de dona Elza e do Pinheiro não podem ser esquecidas, assim como os outros três bairros – Bom Parto, Bebedouro e Mutange – atingidos pelos afundamentos.

Segundo o último censo do IBGE, são 45 mil moradores nas localidades. O candidato a prefeito de Maceió, JHC (PSB), fortalece seu compromisso com cada vítima desse crime ambiental, que tem potencial para afetar toda Maceió.

“A crise não se encerra com a retirada das famílias, o impacto econômico e social causado pela migração da população também foi negligenciado pela Prefeitura. O atendimento na saúde, uma vaga na escola, o nosso trânsito, tudo muda numa situação dessas. Se a Prefeitura não acompanha, a cidade inteira sofre.Tenho esse compromisso independente de qualquer coisa, moral, como cidadão, hoje como parlamentar e prefeito ainda maior”. JHC.

JHC acompanha a situação do afundamento dos bairros desde 2018, quando começaram as rachaduras. Desde então, trabalhou para diminuir o sofrimento das famílias afetadas.

Em 2019, por exemplo, criou uma Comissão Externa na Câmara Federal para investigar a situação. O presidente da Braskem foi convocado e pouco tempo depois demitido da empresa. Representantes da população também foram ouvidos.

“Muito mais do que ter as respostas certas, nesse momento é fazer as perguntas corretas. Como a gente pode ajudar? O que as pessoas estão sentindo? Onde as pessoas estão se sentindo injustiçadas? Se estivermos próximos, de ouvidos atentos, a gente consegue tomar as decisões mais corretas. Quanto mais distante a gente estiver, mais distante a gente está da realidade do nosso povo”. JHC.

O candidato incluiu a questão dos afundamentos em seu Plano de Governo. Esta parte do documento foi redigida em parceria com a Associação SOS Pinheiro, que representa moradores da região.

As propostas incluem estabelecer estrutura específica vinculada ao Gabinete do Prefeito para tratar das pessoas atingidas e resguardar e defender os direitos da população afetada. Além disso, Promover ações de reparação em nome do Município de Maceió pela inutilização de equipamentos públicos, dano material e moral.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Maceió - AL

Maceió - Alagoas

Sobre o município
Maceió é um município brasileiro, capital do estado de Alagoas, na Região Nordeste do país. Ocupa uma área de 509,5 km², estando distante 2 013 quilômetros de Brasília, a capital federal.
Arapiraca - AL
Atualizado às 19h56 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 33°

24° Sensação
1 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Domingo (29/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias