Esportes Esporte

De Gea defende pênalti no fim, Cristiano Ronaldo faz e United vira sobre West Ham

A equipe de Cristiano Ronaldo, que mais uma vez deixou sua marca, festejou o triunfo por 2 a 1, de virada, que manteve a equipe entre os melhores do país

19/09/2021 às 15h36
Por: Redação Fonte: ESTADAO CONTEUDO
Compartilhe:
© Getty Images
© Getty Images

Têm coisas no futebol que são difíceis de explicar. E mais um capítulo inusitado foi escrito neste domingo, pelo Campeonato Inglês. West Ham e Manchester United fizeram um grande jogo pelo Campeonato Inglês, indefinido até o último lance. Restando um minuto, os visitantes fizeram 2 a 1, mas nos acréscimos veio a chance de empate. O técnico do West Ham não teve dúvidas. Chamou o astro Noble para entrar no jogo apenas para bater o pênalti. Frio, o ídolo da torcida partiu para a cobrança e parou em defesa de De Gea. A equipe de Cristiano Ronaldo, que mais uma vez deixou sua marca, festejou o triunfo por 2 a 1, de virada, que manteve a equipe entre os melhores do país.

 

Noble podia sair como herói no Estádio Olímpico de Londres. Falhou no pênalti. A mão na cabeça dos torcedores na hora em que ele assumiu a cobrança, mostrava o temor de um cobrador que sequer aqueceu para entrar no campo. Cristiano Ronaldo deixou o dele e teve outras grandes chances. Parou no goleiro Fabianski. Lindgard, que veio do banco de reservas após falha em derrota para o Young Boys no meio de semana, pela Liga dos Campeões, anotou o gol da virada sobre o ex-clube e era o centro das atenções. Até De Gea salvar dois pontos ao desviar com a mão direita a cobrança de pênalti de Noble aos 50 minutos.

Foi um jogaço em Londres. Repleto de chances de gols, com equipes no ataque o tempo todo, e placar indefinido até o fim com ambos produzindo o suficiente para ganhar. Qualquer resultado seria justo num duelo equilibrado e de encher os olhos.

Benrahma colocou o West Ham na frente, para enorme festa da torcida, que festejava a vantagem com muito barulho e vaiando Cristiano Ronaldo. O português deu a resposta com gol de empate, aos 32 minutos. Chutou e ainda pegou o rebote do goleiro para empatar. Não fossem as defesas de Fabianski e o camisa 7 faria outros dois gols.

Após o intervalo, a partida seguiu com oportunidades criadas e desperdiçadas de ambos os lados até Lindgard se reabilitar. O jogador que estava em baixa no futebol, ganhou chance no West Ham e deu a volta por cima com grandes apresentações e gols na temporada passada. Chamou a atenção do Manchester United e acabou contratado. Contra o Young Boys, falhou e o time perdeu. Neste domingo, saiu do banco para fazer um golaço no último minuto.

Festejou timidamente o gol contra o ex-clube. No apito final, após De Gea defender o pênalti, o atacante saiu ovacionado pelos companheiros. O United subiu para os mesmos 13 pontos do Liverpool, perdendo a liderança somente no saldo de gols: 11 a 9.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários