Municípios Maceió

Prefeito JHC se reúne com Defesa Civil Nacional e reforça que a prioridade em Maceió é salvar vidas

Município decretou Situação de Emergência devido às fortes chuvas que atingem a cidade

27/05/2022 às 09h02
Por: Redação Fonte: Ascom Maceió
Compartilhe:
Ascom Maceió
Ascom Maceió

O prefeito de Maceió, JHC, se reuniu com representantes da Defesa Civil Nacional nesta quinta-feira (26), que vieram a Maceió para verificar como a cidade se encontra em decorrência das fortes chuvas. As equipes se colocaram à disposição do município para orientar e passar informações sobre previsões de chuvas e dar todo o suporte necessário.

“Nossa prioridade é sempre salvar vidas, nós não registramos nenhum óbito. Parabenizo a Defesa Civil de Maceió que já vem fazendo um trabalho preventivo de alerta, realocando e dando todo amparo às famílias nesse período de fortes chuvas. O pico da chuva vai dar uma diminuída, mas não devemos baixar a guarda, porque a terra ainda está molhada. Nós estamos atentos todos os dias da semana para atender os chamados da população”, frisou.

Ainda na ocasião, o gestor fez um alerta para que os demais municípios alagoanos que também foram afetados pelas fortes chuvas entrem em contato com a Defesa Civil Nacional para também obter orientações.

“Quero alertar os prefeitos das 34 cidades que fizeram esse alerta de emergência, que podem também procurar a Secretaria Nacional de Defesa Civil, o MDR [Ministério do Desenvolvimento Regional], fazendo esse reconhecimento, decretando situação de emergência para que o município receba recursos, assistência social, e logística da Secretaria Nacional”, reforçou o gestor.

O Município decretou Situação de Emergência devido às fortes chuvas que atingem a cidade. A medida toma como base os alertas da Defesa Civil de Maceió e tem validade por 180 dias.

Com isso, a Prefeitura facilita a contratação de serviços emergenciais para atendimento à população atingida e consegue obter sem burocracias os recursos federais para o devido enfrentamento aos danos ocasionados pelas chuvas.

Leno Queiroz, foi um dos representantes da Defesa Civil Nacional que veio averiguar a situação de emergência na capital. Ele afirma que foi dada uma missão para verificar a situação dos municípios que estão sofrendo com as chuvas em todo o estado.

“Vamos montar um ponto de apoio aqui em Maceió e outro em São Miguel dos Campos para atender os municípios, fazer as orientações e reconhecimento e liberar recursos para apoio nesse desastre. Temos quatro pessoas e se for necessário vamos mobilizar mais pessoas para fazer esse trabalho aqui em Alagoas”, explicou.

A Prefeitura disponibilizou uma sala na Defesa Civil de Maceió para que as equipes da Defesa Civil Nacional fiquem instaladas para orientar os demais municípios alagoanos sobre as chuvas.

Também estiveram presentes no encontro o vice-prefeito Ronaldo Lessa, o senador Rodrigo Cunha e a senadora Eudócia Caldas.

Acúmulo de chuvas – Maceió já registrou 435 mm durante o mês de maio, o que representa 48,16% a mais do que era esperado para todo o mês. Além disso, os pluviômetros registraram 145 mm nas últimas 24h e 289 mm em 72h.

O coordenador geral da Defesa Civil de Maceió, Abelardo Nobre, afirmou que o objetivo do Município é manter as famílias em segurança. “Quem está na casa de parentes vai continuar, e quem está nos abrigos também vai continuar. Só podemos permitir que voltem quando tivermos a segurança”, disse.

O senador Rodrigo Cunha afirmou que obter informações sobre a situação das chuvas em outros estados é fundamental para que Maceió se prepare. “Acredito que com isso, a Defesa Civil consegue verificar as informações de outros estados para que nós possamos nos prevenir e que situações como em 2010 não venham a se repetir”, disse o senador.

O prefeito JHC também visitou a Avenida Afrânio Lages, popularmente conhecida como Leste-Oeste para verificar a situação da via. O local foi um dos mais atingidos pelas chuvas e também recebeu atenção do Município com equipes deslocadas para orientar moradores, motoristas e pedestres sobre as condições da região.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários