Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Audiência pública debate a criação do Dia do Queijo Artesanal

Divulgação/Agência de Notícias do Paraná Câmara aprovou normas para a produção de queijo artesanal em 2018 A Comissão de Agricultura, Pecuária, A...

27/05/2022 às 13h45
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Câmara aprovou normas para a produção de queijo artesanal em 2018 - (Foto: Divulgação/Agência de Notícias do Paraná)
Câmara aprovou normas para a produção de queijo artesanal em 2018 - (Foto: Divulgação/Agência de Notícias do Paraná)

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados discute na próxima terça-feira (31) a criação do Dia Nacional do Queijo Artesanal.

Os deputados Zé Silva (Solidariedade-MG) e Alceu Moreira (MDB-RS), que pediram a realização da audiência, afirmam que o Brasil tem tradição na produção de queijos artesanais.

Os parlamentares são autores do projeto que deu origem à Lei 13.860/19, que definiu requisitos de sanidade desses queijos e procedimentos para a fiscalização e rastreabilidade dos produtos. Com isso, a lei autorizou a comercialização dos queijos artesanais em todo o território nacional, demanda antiga dos produtores.

Agora, de acordo com Zé Silva e Alceu Moreira, nada mais justo que comemorar o Dia Nacional do Queijo Artesanal na data da publicação da lei (18 de julho).

Os parlamentares ressaltam que a Lei 12.345/10, que define critérios para a criação de datas comemorativas, exige a realização prévia de audiências públicas para ouvir os segmentos interessados. Em obediência a esse dispositivo legal, foram convidados para debater o assunto:
- a coordenadora-geral de Produção Animal da secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação do Ministério da Agricultura, Marcella Alves Teixeira;
- a pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Michelle Carvalho;
- o presidente da Associação dos Produtores de Queijo Minas Artesanal do Cerrado (Aprocer), Eudes Braga;
- o diretor da Cooperativa de Crédito Rural Seara, Valdir Magri; e
- um representante do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A audiência será realizada no plenário 6, a partir das 10 horas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários